GP Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura


Ementa

A centralidade econômica e política que a informação, comunicação e cultura ganharam no processo de valorização capitalista tem colocado novos desafios políticos e epistemológicos aos agentes sociais que lutam por uma sociedade mais democrática e inclusiva. Acreditando que a apreensão e análise dos fenômenos comunicacionais e culturais contemporâneos ultrapassam os claustros disciplinares tradicionais e que até mesmo as decisões econômicas só podem ser compreendidas a partir de uma abordagem interdisciplinar e heterodoxa, a Economia Política da Comunicação e da Cultura (EPC) se constitui, metodologicamente, como um instrumento capaz de pôr em interação diversos campos disciplinares como a Economia, a Comunicação, a Ciência da Informação, a Sociologia, a Ciência Política, a Filosofia e os Estudos Culturais Críticos. Este GP propõe ser um fórum de debate e reflexão entre os investigadores e profissionais destes campos disciplinares no sentido de formar matéria crítica necessária à apreensão e análise de tais fenômenos, tais como as políticas de comunicação, de cultura e de informação, a transversalidade da cultura e da comunicação, a convergência tecnológica e a digitalização dos meios eletrônicos, a expansão e novas configurações das indústrias culturais e criativas, a privatização do conhecimento, o desenvolvimento de todas as formas de capital intangível, as culturas digitais, as questões éticas e políticas da informação e demais temas que têm emergido ao longo dos últimos anos.

Palavras-chave: políticas de comunicação, de cultura e de informação; convergência tecnológica; digitalização dos meios eletrônicos; novas configurações das indústrias culturais e criativas; privatização do conhecimento.

Coordenadora: Anita Simis (UNESP)

É bacharel em Ciências Sociais pela USP (1979), tem doutorado em Ciência Política também pela USP (1993) e Livre-Docência em Sociologia da Comunicação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2010). É Professora da Graduação e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) Campus de Araraquara. É bolsista Produtividade em Pesquisa 2 em Artes, Ciências da Informação e Comunicação. Publicou diversos artigos em periódicos especializados, livros e capítulos de livros. Seu trabalho mais conhecido é o livro Estado e Cinema no Brasil, que em 2007 recebeu o Prêmio Rumos Pesquisa: Gestão Cultural oferecido pelo Itaú Cultural e está na 3a edição. Em 2016 lançou o livro Política Cultural: o audiovisual. Atua na área de Sociologia da Comunicação, com ênfase em Política Cultural, Política Cinematográfica, Televisão, Rádio, Produção Independente, Indústria Cultural. Tem trajetória acadêmica marcada por uma efetiva participação nas seguintes entidades científicas: Intercom, como Coordenadora do Grupo de Pesquisa de Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura; como membro da Comissão de Imagem e Som na Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS) de 2017 a 2018, na Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação (SOCICOM), como Diretora Administrativa (2008-2012) e na União Latina de Economia Política da Informação da Comunicação e da Cultura (ULEPICC-Capítulo Brasil), como presidente (2008-2010). Tem ainda participação em conselhos editoriais de diversas publicações e na editoria das revistas Eptic - Revista Eletrônica Eptic On Line (ISSN 1518-2487), Políticas Culturais em Revista (ISSN 1983-3717) e Estudos de Sociologia (ISSN 1414-0144). É parecerista ad hoc de agências de fomento.

intercom pinheiros

SÃO PAULO - SP
(11) 2574 8477 | (11) 3596 4747
R.JOAQUIM ANTUNES, 705 - PINHEIROS - 05415-012
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h



Coordenação : Ana Paula Goulart Ribeiro
Edição : Cláudio Ornellas

intercom BRIGADEIRO

São Paulo - SP
(11) 3892 7558
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA