Edição 2018 do congresso Intercom teve extensa programação de homenagens a seu idealizador

11 de setembro de 2018

O 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2018) , realizado de 2 a 8 de setembro no campus de Joinville (SC) da Universidade da Região de Joinville (Univille), foi marcado pela memória do professor José Marques de Melo, o grande idealizador do congresso que faleceu em 20 de junho deste ano. Praticamente todos os eventos da vasta programação do congresso foram iniciados com homenagens ao fundador da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), enquanto os cerca de 2 mil congressistas circulavam pelo campus com o bóton azul com a hashtag #SomosTodosMarquesDeMelo.

A programação especial começou já na manhã do dia 2 de setembro, na abertura do V Encontro Internacional do Colégio dos Brasilianistas da Comunicação. Na ocasião, Flávio Santana, orientando do professor Marques de Melo na Universidade Metodista de São Paulo (Umesp) e editor do “Jornal Brasileiro de Ciências da Comunicação”, da Cátedra Unesco/Umesp de Comunicação para o Desenvolvimento Regional, narrou a contribuição de seu orientador para sua própria trajetória acadêmica como exemplo do legado deixado por ele. "Foi-se o mestre e se foram as últimas esperanças, que a partir de agora precisam com urgência ser reconstruídas. Foi-se um intelectual que não se importava com os títulos, que não diferenciava o ser humano por rótulos e lutou com unhas e dentes pelo ensino da Comunicação em momentos difíceis. Se foi um homem incansável, que, além de dedicar mais de 50 anos de sua vida ao ensino e à disseminação das pesquisas no campo da Comunicação, esteve à frente estimulando estudantes de diversos lugares do país, jovens assim como eu, a não perderem a esperança em continuar na academia, ciente de que podemos podemos fazer a diferença em um país cuja construção histórica gerou situações não favoráveis, repletas de preconceitos, desestímulos, desfavorização intelectual e acadêmica", afirmou Flávio Santana. Simultaneamente, o professor Marques de Melo era homenageado pelo mexicano Raul Fuentes Navarro, da Universidade de Guadalajara, na abertura do III Colóquio Latino-Americano de Ciências da Comunicação. Depois de repassar o histórico de suas relações com o fundador da Intercom, Navarro ressaltou as iniciativas de Marques de Melo para a integração da comunidade latino-americana de pesquisadores da Comunicação: “José continua absolutamente vivo e presente entre nós. Que esse reconhecimento se converta não só em uma ação de amizade e de exemplo, mas sobretudo de reconhecimento do que ele aporta ao campo da Comunicação”.

O dia seguinte, 3 de setembro, também foi iniciado por homenagens emocionadas. Na primeira mesa da Jornada Beltraniana 2018, Silvia Briseno Marques de Melo, viúva do professor, chorou ao se pronunciar brevemente: “Só quero agradecer vocês. Acho que ele está presente”. Em seguida, os professores Antonio Hohlfeldt e Anamaria Fadul, membros do Conselho Curador da Intercom, deram um testemunho pessoal sobre a personalidade plural e a intelectualidade ímpar tanto de José Marques de Melo quanto de Luiz Beltrão. Ainda no dia 3, Anamaria Fadul esteve presente na abertura do VIII Colóquio Brasil-Estados Unidos de Estudos da Comunicação para, novamente, homenagear ao colega e amigo. Ao final do dia, sob a coordenação da professora Roseméri Laurindo, diretora editorial da Intercom, foi lançada a Hemeroteca Digital José Marques de Melo, também com a presença de Silvia Briseno.

No dia 4 de setembro, novas sessões de homenagens foram realizadas pela manhã no II Fórum de Rádios e TVs Universitárias, no III Fórum Comunicação e Trabalho e no IV Fórum Socicom-Intercom – este último, rebatizado com o nome de José Marques de Melo. À tarde, as professoras Ana Sílvia Médola e Juçara Brittes se juntaram às conselheiras da Intercom Cicilia Peruzzo e Maria Immacolata Vassalo Lopes na mesa José Marques de Melo – Guerreiro Midiático, mediada pelo professor Sérgio Mattos. “Nos últimos dez anos, ele produziu mais do que em sua carreira toda. É como se ele soubesse que estava chegando ao final da vida, produzindo como nunca. Há muitas facetas dele que ainda não vieram à tona“, afirmou o professor Sérgio Mattos após a realização da mesa, durante a qual propôs que pesquisadores busquem resgatar suas obras não publicadas. “Ele continua sendo um farol”, completou.


A homenagem no 41º Ciclo de Estudos em Ciências da Comunicação, na manhã do dia 5 de setembro, ficou a cargo da professora Sônia Jaconi, diretora administrativa da Intercom. Após apresentar o histórico da entidade fundada pelo professor Marques de Melo, exibiu um vídeo em que ele afirmava: "Me orgulho muito de tudo o que fiz, e faria tudo de novo, porque o que eu fiz foi, na verdade, o que qualquer jovem deve fazer para servir seu país e servir o seu povo". "Que perdure entre nós essa mensagem de coragem, de persistência, de luta pelos nossos sonhos, pela nossa classe, pela nossa área. A nossa grande homenagem ao professor José Marques de Melo é dar continuidade a essa família chamada Intercom e aos projetos que ele idealizou", disse Sônia Jaconi.o Midiático, mediada pelo professor Sérgio Mattos. “Nos últimos dez anos, ele produziu mais do que em sua carreira toda. Écomo se ele soubesse que estava chegando ao final da vida, produzindo como nunca. Há muitas facetas dele que ainda não vieram à tona“, afirmou o professor Sérgio Mattos após a realização da mesa, durante a qual propôs que pesquisadores busquem resgatar suas obras não publicadas. “Ele continua sendo um farol”, completou.

Ainda no mesmo dia, houve homenagens especiais no Colóquio Acadêmico, no Fórum Jornalismo, Resistência e Literatura, nas sessões de apresentação de trabalhos dos Grupos de Pesquisa (GPs) e no II Colóquio Nacional dos Grupos de Pesquisa de Comunicação em Contextos Organizacionais, este último com apresentação da professora Margarida Kunsch, do Conselho Curador da Intercom, sobre a contribuição de José Marques de Melo para as pesquisas da área de comunicação organizacional no Brasil.

À noite, a cerimônia de abertura do Intercom 2018 foi o ponto alto das homenagens: citado nos discursos dos professores Giovandro Ferreira, presidente da Intercom, e Silvio Simon, coordenador da organização local do congresso, o professor Marques de Melo foi celebrado com a exibição de um vídeo e com uma apresentação do coral da Univille, que executou um pout-pourri com suas músicas preferidas. Silvia Briseno subiu ao palco para receber flores das mãos de Giovandro Ferreira.

A celebração da vida e obra do professor Marques de Melo prosseguiu no dia 6, com homenagens nos GPs e nas sessões do Intercom Júnior. No Publicom, evento de lançamento de livros, uma mesa especial expôs cerca de 30 obras do fundador da Intercom, que também foi lembrado no relançamento da revista Iniciacom.

No dia 7, a cerimônia de entrega dos prêmios estudantis, do Prêmio Luiz Beltrão e do Troféu Marques de Melo contou com uma performance baseada em João Cabral de Melo Neto encenada pelo grupo teatral Dionisos, da Univille.

Neste primeiro congresso da Intercom sem a presença de seu idealizador, foi com orgulho que os participantes entoaram em uníssono: José Marques de Melo, presente!

Imagens: Luiza Martins

intercom pinheiros

SÃO PAULO - SP
(11) 2574 8477 | (11) 3596 4747
R.JOAQUIM ANTUNES, 705 - PINHEIROS - 05415-012
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h


intercom BRIGADEIRO

São Paulo - SP
(11) 3892 7557
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA



Horário de atendimento:
SOMENTE NA INTERCOM PINHEIROS