Congressos da Intercom reuniram 8.200 pessoas em 2018

04 de dezembro de 2018

Os seis congressos realizados pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) voltaram a movimentar a comunidade científica e acadêmica em 2018. Ao todo, as cinco edições regionais e o congresso nacional reuniram 8.200 participantes, entre estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, docentes e profissionais, em torno do tema central “Desigualdades, Gênero e Comunicação". Os seis eventos ultrapassaram a marca de 3.800 apresentações de trabalho.

Com esse balanço positivo dos principais eventos de seu calendário anual, a Intercom encerra 2018 com a certeza de seguir cumprindo sua missão: promover a integração da comunidade das Ciências da Comunicação, estimular a produção e a troca de conhecimento em todas regiões brasileiras e consolidar cada vez mais nosso campo.

Relembre como foram os congressos Intercom em 2018.

CONGRESSOS REGIONAIS

O campus da Universidade Federal de Rondônia (Unir) em Vilhena, no interior do estado, inaugurou em grande estilo os congressos regionais da Intercom em 2018. Realizado pela primeira vez em uma cidade do interior, o Intercom Norte reuniu 470 participantes em sua 17ª edição, entre os dias 22 e 24 de maio. A programação incluiu cinco minicursos e 11 oficinas; quatro mesas temáticas; uma roda de conversa sobre a profissionalização da imprensa local; uma palestra sobre folkcomunicação e o centenário de Luiz Beltrão; apresentações musicais e exposições; além dos trabalhos apresentados nos GPs, no Expocom e no Intercom Júnior.

A parada seguinte foi Belo Horizonte, onde o 23º Intercom Sudeste foi realizado de 7 a 9 de junho. Os 1.757 congressistas ocuparam as instalações da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Fumec para aproveitar os 70 minicursos, palestras e oficinas – que incluíram conferências com o jornalista Paulo Henrique Amorim e com Duda Salabert, a primeira travesti da América Latina a se candidatar ao Senado. A programação do Intercom Sudeste também incluiu um encontro do Fórum Ensicom, sobre ensino e formação em Comunicação, e espetáculos culturais que se relacionaram com o tema central deste ano. A premiação do Expocom lotou o auditório da Fumec.

Uma semana depois, de 15 a 17 de junho, foi a vez do Intercom Centro-Oeste, cuja 20ª edição levou cerca de 500 congressistas ao campus da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) em Campo Grande. Com forte participação de alunos, pesquisadores, professores e profissionais de comunicação da região, o evento superou as expectativas. A programação foi aberta pela jornalista Débora Prado, coordenadora de projetos do Instituto Patrícia Galvão, que apresentou o tema “Diversidade, Gêneros e Comunicação”. A mesma temática, porém com uma perspectiva regional, foi abordada pela mesa de maior repercussão do congresso: além de professores e pesquisadores do Centro-Oeste, o debate teve a participação de Fabricio Pupo Antunes, estudante sul-mato-grossense de apenas 15 anos de idade que desenvolveu um estudo sobre sexo, gênero e orientação sexual a partir da análise literária da obra “A Garota Dinamarquesa”, de David Ebershoff. Além disso, o Intercom Centro-Oeste 2018 ofereceu 17 oficinas e minicursos, recebeu uma edição regional do Fórum Ensicom e teve uma premiação Expocom em clima de Copa do Mundo (com transmissão ao vivo da estreia da seleção brasileira no torneio).

Com a greve de caminhoneiros, no final de maio, o Intercom Sul precisou adiar sua programação, mas mostrou que estava à altura do desafio. Realizado de 29 de junho a 1º de julho no Centro Universitário FAG, em Cascavel (PR), o congresso teve 1.767 participantes inscritos e 15 conferencistas convidados, mais de 400 trabalhos submetidos, duas mesas temáticas, uma conferência de abertura, dez sessões de Divisões Temáticas, três apresentações culturais, cerca de 20 oficinas e 33 sessões de Intercom Jr. O Intercom Sul também abriu espaço para o evento paralelo ComDesign, que abordou as “Aproximações entre Comunicação e Design”, e para o concurso Design | 004 – Desigualdades e as Cidades, do portal Projetar.org, que premiou projetos de estudantes com o tema “Desigualdades, Gêneros e Comunicação”.

O campus III da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Juazeiro, encerrou com chave de ouro os congressos regionais de 2018. De 5 a 7 de julho, a 20ª edição do Intercom Nordeste levou ao interior da Bahia 1.431 congressistas e mais de 30 palestrantes, que estiveram presentes em nove mesas, dois painéis de experiências profissionais e duas rodas de conversa. Cerca de 700 trabalhos foram inscritos.

CONGRESSO NACIONAL

Após a realização bem-sucedida dos cinco congressos regionais, a comunidade científica da Comunicação se encontrou na Universidade da Região de Joinville (Univille), em Joinville (SC), para o 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2018). Entre os dias 2 a 8 de setembro, o Intercom 2018 atraiu 2.369 inscritos de todo o Brasil para debater o tema “Diversidade, Gêneros e Comunicação”.

Ao longo de uma semana, o congresso nacional promoveu três eventos internacionais e quase duas dezenas de eventos nacionais; teve cerca de 1,4 mil trabalhos apresentados nos 34 Grupos de Pesquisa e nas oito Divisões Temáticas do Intercom Júnior; ofereceu 41 oficinas e minicursos; realizou o lançamento de 65 livros no Publicom; e premiou 69 trabalhos na edição nacional do Expocom. Além disso, o Intercom 2018 teve uma programação artístico-cultural de fôlego, que incluiu um espetáculo do Balé Bolshoi de Joinville, e dezenas de homenagens póstumas ao professor José Marques de Melo, o fundador da Intercom que faleceu em 20 de junho de 2018.

Segundo avaliação do professor Giovandro Ferreira (UFBA), atual presidente da Intercom, “o congresso Intercom 2018 foi extremamente positivo”. “Na organização, tivemos uma equipe muito competente, que planejou muito bem e executou esse planejamento ao longo do ano. A equipe de Joinville, que teve à frente o professor Silvio Simon, da Univille, teve importância fundamental na realização do congresso. Outro aspecto positivo foi a temática, construída desde a gestão passada e muito preocupada com as questões sociais, não só do nosso país e do nosso continente, como do mundo”, afirmou em entrevista concedida ao JORNAL INTERCOM em setembro.

O trabalho em torno dos congressos da Intercom envolve centenas de pessoas, de todos os cantos do Brasil, ao longo do ano inteiro. Em 2019, o tema “Fluxos comunicacionais e a crise da democracia" guiará as conversas na 42ª edição nacional, em setembro na Universidade Federal do Pará (UFPA) em Belém, e nos congressos regionais, que ocorrerão ainda com datas indefinidas nas cidades de Parintins (Intercom Norte), São Luís (Intercom Nordeste), Goiânia (Intercom Centro-Oeste), Porto Alegre (Intercom Sul) e Vitória (Intercom Sudeste).

Que venha 2019!


intercom pinheiros

SÃO PAULO - SP
(11) 2574 8477 | (11) 3596 4747
R.JOAQUIM ANTUNES, 705 - PINHEIROS - 05415-012
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h


intercom BRIGADEIRO

São Paulo - SP
(11) 3892 7557
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA



Horário de atendimento:
SOMENTE NA INTERCOM PINHEIROS