EXPOCOM 2019: VENCEDORAS NAS MODALIDADES VIDEOCLIPE E DOCUMENTÁRIO CONTAM COMO FOI A EXPERIÊNCIA

26 de novembro de 2019

A longa e enriquecedora viagem para Belém, em setembro de 2019, marcou a participação das equipes que levaram o troféu da Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom) nas modalidades Videoclipe e Documentário, dentro da categoria Cinema e Audiovisual.

Depois de apresentarem seus trabalhos nos congressos da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) em suas regiões, as equipes saíram de Salto (SP) e de Ilhéus (BA) para mostrar seu talento na etapa nacional da Expocom 2019, realizada na Universidade Federal do Pará (UFPA) como parte do 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação.

Conheça um pouco mais desses trabalhos e como foi a experiência dos estudantes.

CUBO DE GELO COM CABELO
MODALIDADE: CA04 – Videoclipe (avulso)
EQUIPE: Rafaela Ferraz (aluna líder), Camilla Jan, Giulia Baptistella e Julia Nakamura
ORIENTADORA: Fernanda Cobo
INSTITUIÇÃO: Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio – Salto (CEUNSP-Salto)
DESCRIÇÃO: O videoclipe foi feito como trabalho interdisciplinar das matérias de Montagem, coordenado pelo professor Fábio Bueno, e Direção de Arte, com o professor Rodrigo Rocha. A equipe aproveitou a oportunidade para assumir sua própria banda, Bezerraz Bezarraz.
DEPOIMENTO: “Além de levar o nome do curso de Cinema de nossa faculdade, que fica no interior e tem uma força incrível e uma qualidade imensa, aprendemos muito com as viagens para os congressos regional e nacional da Intercom. Trocamos muitas experiências com quem conhecemos, e participar da Expocom 2019 nos deu mais confiança em nosso trabalho – algo muito importante, principalmente para nós, mulheres, que temos uma luta mais intensa para ingressar no mercado e lidamos com boicotes. Para nós, estar em Belém já era uma baita vitória. Na premiação, a ansiedade estava a mil, todas tremendo e gritando de felicidade. Agora, pretendemos continuar com a banda, fazendo música, explorando todos os ritmos do Brasil e gravando videoclipes artísticos e experimentais. É difícil conciliar outras atividades com a faculdade, mas nunca vamos parar. Já estamos acostumadas a trabalhar com outras artistas da região, também com clipes, principalmente para a cena do rap, e isso só vai crescer.” – Rafaela Ferraz

A VOZ DAS MINAS
MODALIDADE: CA02 – Filme de não ficção/documentário/ docudrama (avulso)
EQUIPE: Dayanna Monstans de França (aluna líder) e Iago Climaco Patrocínio
ORIENTADORA: Betânia Maria Villas Bôas Barreto
INSTITUIÇÃO: Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
DESCRIÇÃO: O documentário faz um recorte do novo momento vivenciado pelas mulheres no cenário do rap. Com cerca de 16 minutos, apresenta a trajetória de vida de seis mulheres que manifestam, em sua emancipação, a liberdade de suas vozes no espaço público. O rap como ferramenta de luta encontra na palavra um discurso de sobrevivência daqueles que durante séculos tiveram seus corpos e suas vozes silenciadas.
DEPOIMENTO: “Eu nunca havia participado da Expocom. Parecia uma possibilidade distante, até professores e alunos se mobilizarem para irmos todos (30 no total) em um micro-ônibus. Foi uma aventura de três dias de estrada, mas, mais do que isso, foi um espaço para sonhar. Todo o esforço da construção de um produto audiovisual pôde ser visto pelos avaliadores e colegas; vencer foi como se dissessem ‘estamos te escutando’, ‘estamos te vendo’. Foi bonito, até porque eu não esperava; havia materiais tão bons e importantes, que não dava sequer para considerar os colegas como concorrentes.
O audiovisual é uma janela para o mundo. E é gratificante entender que a produção independente tem entrado em uma nova e criativa fase. O que é interessante de perceber nisso tudo é que a UESC vem sendo transformada pelo novo perfil dos alunos, que vêm de uma realidade própria e real. Esse espaço – que ainda é carregado de resquícios do coronelismo e do descuido governamental – sobrevive e luta com trabalhos produzidos com o pouco apoio do sistema público. Não foi apenas a equipe que venceu, mas também a região Nordeste, reconhecida nacionalmente como um novo modelo de contar a própria realidade.” – Dayanna Monstans de França

Continue acompanhando a série especial sobre a Expocom 2019 nas próximas edições do JORNAL INTERCOM.

LEIA TAMBÉM:
EXPOCOM 2019: CONHEÇA TRÊS VENCEDORES DA CATEGORIA PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EXPOCOM: VENCEDORES DE TRÊS MODALIDADES DA CATEGORIA RELAÇÕES PÚBLICAS

EXPOCOM 2019: CONHEÇA 3 VENCEDORES NA CATEGORIA PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EXPOCOM 2019: CATEGORIA RÁDIO, TV E INTERNET

EXPOCOM 2019: CONFIRA MAIS 3 VENCEDORES DA CATEGORIA PRODUÇÃO TRANSDISCIPLINAR

EXPOCOM 2019: PRIMEIRA MATÉRIA DA SÉRIE MOSTRA OS VENCEDORES DAS MODALIDADES EMBALAGEM E GAMES, NA CATEGORIA PRODUÇÃO TRANSDISCIPLINAR

EXPOCOM 2019: 298 TRABALHOS APRESENTADOS E PREMIAÇÃO EMOCIONANTE EM BELÉM

TUDO SOBRE A EXPOSIÇÃO E PREMIAÇÃO DE TRABALHOS EXPERIMENTAIS DA GRADUAÇÃO

intercom pinheiros

SÃO PAULO - SP
(11) 2574 8477 | (11) 3596 4747
R.JOAQUIM ANTUNES, 705 - PINHEIROS - 05415-012
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h


intercom BRIGADEIRO

São Paulo - SP
(11) 3892 7558
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA