EXPOCOM 2019: REPORTAGENS CAMPEÃS

28 de janeiro de 2020

A Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), realizada anualmente pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), é uma grande oportunidade para estudantes de graduação mostrarem a que vieram. Entre as modalidades da Expocom, estão as reportagens em diversos formatos. Hoje, o JORNAL INTERCOM apresenta as reportagens em rádio, impresso e vídeo que venceram a etapa nacional da Expocom em 2019.

Fez uma reportagem ou qualquer outro tipo de pesquisa experimental na graduação? Converse com a coordenação de seu curso para saber sobre a possibilidade de inscrever seu trabalho na Expocom 2020. A indicação de trabalhos para as etapas regionais do evento deverá ser feita pela instituição de ensino superior a partir de 2 de março. O JORNAL INTERCOM divulgará mais informações em breve.

Agora, conheça um pouco mais sobre três reportagens vencedoras em 2019 e inspire-se!

NINGUÉM VIVE SÓ DE SOJA
MODALIDADE: JO09 Reportagem em Radiojornalismo (avulso)
EQUIPE: Agatha Rodrigues e Marco Antonio Cruz (aluno líder)
ORIENTADORA: Daniela Ota
INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
DESCRIÇÃO: Com o tema da agricultura familiar, a reportagem tem como personagens uma família de agricultores que vive em um assentamento rural (Emerson Rodrigues), dirigentes e militantes de movimento social do campo (MST) e o diretor da Agraer (órgão da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). A narrativa, construída a partir da fala dos próprios entrevistados, aborda a importância da agricultura familiar na produção de alimentos, os desafios de pequenos produtores para a produção e a desigualdade social no campo.
DEPOIMENTO: “Na cerimônia de premiação nacional, em Belém, eu e minha amiga demos as mãos e fechei meus olhos desde o anúncio da modalidade até o anúncio do nome do trabalho. Sentimos muito orgulho. O fato de sermos amigos e termos produzido tudo juntos, desde a viagem para a entrevista até a edição em laboratório, fez a emoção ser ainda maior. Acho que tudo isso passou na minha cabeça quando subíamos para pegar o troféu. Além, claro, da sensação de ter fechado com chave de ouro a semana incrível em Belém (durante o 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom 2019). Vencer a Expocom significa um acerto no jornalismo, pois é o reconhecimento de que fizemos um bom trabalho jornalístico. Para nós, que estamos prestes a concluir o curso em um momento tão sensível para ser tanto jornalista quanto acadêmico de universidade federal, é um fôlego para seguirmos acreditando na função social que precisamos cumprir enquanto jornalistas. Acredito muito na abordagem cultural e política do jornalismo como instrumento de autonomia e emancipação das pessoas enquanto cidadãs. Já cursei Física, História e Psicologia, mas foi no Jornalismo que me identifiquei enquanto profissional e obtive a ferramenta que me permite explorar essas áreas e sugerir ao público, por meio da comunicação, o desenvolvimento crítico. Como jornalista, são meus planos a partir de agora.” – Marco Antonio Cruz

CONFIDÊNCIAS SOB DITADURA
MODALIDADE: JO08 Reportagem em Jornalismo impresso (avulso)
EQUIPE: Eduarda Yamaguchi de Moraes (aluna líder), Naiara Ashaia Rodrigues dos Santos, Thiago Augusto Arlindo Tomaz da Silva Crepaldi, Gabriel Caixeta Marra, Loise Bergamo Fernandes Monteiro, Beatriz Ortiz de Camargo Aleixo Lopes, Heitor Pereira Gomes Gonçalves, Sara Oliveira Camelo Costa Morais e Tuila Tachikawa de Jesus
ORIENTADORES: Raquel Timponi Pereira Rodrigues, Gerson de Sousa e Ivanise Hilbig de Andrade
INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
DESCRIÇÃO: O dia 13 de dezembro de 1968 levou à expressão máxima da ditadura civil-militar no Brasil (1964-1985): o regime militar baixou o Ato Institucional de número 5 (AI-5), que vigorou por dez anos. Após 50 anos, a equipe do Senso InComum, jornal laboratorial da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), decidiu rememorar esse momento histórico com uma reportagem para a 43ª edição do periódico, propondo ressignificar os sentidos produzidos pelas fontes oficiais. Para recontar as histórias silenciadas pelo regime militar, o Senso InComum deu espaço para os personagens censurados narrarem suas próprias histórias. A reportagem é dividida em três eixos: o primeiro trata dos trabalhos de pesquisa sobre esse período histórico, que indicam o começo da desconstrução discursiva imposta pelo regime; em seguida, a reportagem trata da Subcomissão da Verdade, com foco na região do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba e em dois sujeitos que surgem de seus relatórios (Ismene Mendes e Rondon Pacheco); e, por fim, entrevista Afonso Lana, professor aposentado do Instituto de Artes da UFU que foi vítima de tortura.
DEPOIMENTO: “Estávamos confiantes, pois foi um trabalho de muita dedicação e feito a muitas mãos. O apelo social e atual também era muito forte, pois é um tema que precisa ser relembrado e reconhecido. Fiquei muito emocionada e feliz em saber que conseguimos fazer um bom trabalho em dar voz a pessoas silenciadas e jogar luz sobre um tema tão relevante. A Expocom é muito importante para que as pessoas conheçam mais nosso trabalho e saibam de nossa vontade de fazer a diferença com as palavras. Para o jornal-laboratório da UFU, não basta escrever sobre temas quaisquer, é preciso dedicação para fazer algo que toque todos. Há também a importância do reconhecimento de toda a equipe e da própria Universidade, para que todos vejam que estamos comprometidos em fazer Jornalismo de maneira séria e responsável.” – Eduarda Yamaguchi de Moraes

ACOLÁ, UM SER-TÃO
MODALIDADE: JO16 Documentário Jornalístico e Grande Reportagem em vídeo e televisão
EQUIPE: Amanda de Oliveira Costa
ORIENTADORA: Luana Silva Borges
INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de Goiás (UFG)
DESCRIÇÃO: Trata-se de um documentário curta-metragem correalizado com crianças e adolescentes da Escola Municipal Santo Antônio da Parida, que constroem narrativas sobre a realidade camponesa da comunidade onde vivem, o Sertão, localizada no município de Alto Paraíso de Goiás (GO).
DEPOIMENTO: “Já tinha participado da Expocom no Intercom Centro-Oeste 2017, no qual concorri e levei o prêmio na modalidade Reportagem em Jornalismo Impresso. Agora, ao me dar conta de que levei o prêmio na Expocom nacional, senti extrema felicidade por poder levar o sertão de Goiás, muitas vezes ignorado, para todo o Brasil. Atrair os olhares para o interior do Cerrado, num contexto de invisibilidade das comunidades rurais e de descaso ambiental, tem um peso simbólico muito grande. Ao ganhar o prêmio, pude reafirmar que os sertões do Brasil, especialmente o de Goiás, apesar de serem vistos como ‘lá’, ao mesmo tempo são ‘aqui’: mesmo nos lugares invisibilizados, a arte, a cultura e a produção de conhecimento são vivas, consistentes e constantes. Além de significar que a produção tem qualidade, vencer a Expocom indica que o objetivo traçado foi atingido. Agora, meus planos profissionais envolvem procurar oportunidades para trabalhar com audiovisual, com prioridade a trabalhos de engajamento social.” – Amanda de Oliveira Costa

LEIA TAMBÉM:

EXPOCOM 2019: CONHEÇA DUAS PRODUÇÕES TRANSDISCIPLINARES PREMIADAS
EXPOCOM 2019: INSPIRE-SE EM TRÊS VENCEDORES DA CATEGORIA RP
EXPOCOM 2019: TRABALHOS PREMIADOS EM JORNALISMO ABORDARAM QUESTÕES DE GÊNERO, MEIO AMBIENTE E INCLUSÃO SOCIAL
EXPOCOM 2019: PRODUÇÕES TRANSDISCIPLINARES DEBATERAM TEMAS SOCIAIS RELEVANTES

EXPOCOM 2019: EQUIPES VENCEDORAS NAS MODALIDADES WEBSITE E FICÇÃO EM ÁUDIO

EXPOCOM 2019: VENCEDORAS NAS MODALIDADES VIDEOCLIPE E DOCUMENTÁRIO CONTAM COMO FOI A EXPERIÊNCIA

EXPOCOM 2019: CONHEÇA TRÊS VENCEDORES DA CATEGORIA PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EXPOCOM: VENCEDORES DE TRÊS MODALIDADES DA CATEGORIA RELAÇÕES PÚBLICAS

EXPOCOM 2019: CONHEÇA 3 VENCEDORES NA CATEGORIA PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EXPOCOM 2019: CATEGORIA RÁDIO, TV E INTERNET

EXPOCOM 2019: CONFIRA MAIS 3 VENCEDORES DA CATEGORIA PRODUÇÃO TRANSDISCIPLINAR

EXPOCOM 2019: PRIMEIRA MATÉRIA DA SÉRIE MOSTRA OS VENCEDORES DAS MODALIDADES EMBALAGEM E GAMES, NA CATEGORIA PRODUÇÃO TRANSDISCIPLINAR

EXPOCOM 2019: 298 TRABALHOS APRESENTADOS E PREMIAÇÃO EMOCIONANTE EM BELÉM

TUDO SOBRE A EXPOSIÇÃO E PREMIAÇÃO DE TRABALHOS EXPERIMENTAIS DA GRADUAÇÃO

intercom pinheiros

SÃO PAULO - SP
(11) 2574 8477 | (11) 3596 4747
R.JOAQUIM ANTUNES, 705 - PINHEIROS - 05415-012
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h


intercom BRIGADEIRO

São Paulo - SP
(11) 3892 7558
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA