INFORMATIVO INTERCOM, SÃO PAULO, 24 DE MARÇO DE 2021

CURSO INTERCOM ABORDARÁ PROJETO, ESCRITA E PUBLICAÇÃO CIENTÍFICA PARA PESQUISA EM COMUNICAÇÃO

Com inscrições a R$ 250 a partir de 30 de março, o curso on-line será realizado de 12 a 17 de abril

Leia também:
• Atendimento suspenso de 26/03 a 04/04 devido à antecipação de feriados em SP
• Inter-regiões Intercom recebe inscrições a partir de 5 de abril
• Anuidade 2021: fique em dia para ter isenção nos congressos deste ano
• No ar: novas edições dos periódicos científicos da Intercom
• Até 31/03: questionário da Diretoria de Relações Internacionais
• Carta em defesa da comunicação pública e pela retirada da EBC do Programa Nacional de Desestatização
• Notícias de parceiros da Intercom

A estruturação do projeto de pesquisa e a redação de artigos, monografia, dissertação ou tese estão entre os principais desafios para quem está se iniciando na pesquisa científica e até mesmo para muitos pesquisadores já atuantes. Com o intuito de auxiliar estudantes, pesquisadores e profissionais do campo da Comunicação e áreas afins a sanar essas dificuldades, a Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) oferece o curso on-line Pesquisa em Comunicação: projetos, escrita e publicação científica, de 12 a 17 de abril de 2021.

O curso será composto por seis aulas de 2 horas cada, divididas em três módulos e realizadas em modo remoto síncrono pela plataforma Zoom exclusivamente para participantes inscritos.

O valor por pessoa será R$ 250, com parcelamento em até quatro vezes e desconto de 10% para grupos. As inscrições poderão ser feitas no período de 30 de março a 10 de abril (ou até que as vagas sejam preenchidas).

Trata-se de uma oportunidade ímpar de desenvolver habilidades de pesquisa e escrita, aprendendo e tirando dúvidas com pesquisadores experientes e de relevo no campo das Ciências da Comunicação.

O Módulo 1 – Projetos de pesquisa em Comunicação será ministrado pelo professor doutor Antônio Hohlfeldt, docente da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq, membro do Conselho Curador da Intercom, vice-presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia (Rede Alcar) e autor de mais de 50 livros. As duas aulas do prof. Hohlfeldt serão nos dias 12 e 13 de abril, das 18h às 20h

As duas aulas do Módulo 2 – Escrita científica serão nos dias 14 e 15, das 17 às 19h, com a professora doutora Nélia R. Del Bianco, atuante nos programas de pós-graduação em Comunicação (PPGCOM) da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade Federal de Goiás (UFG), professora visitante do PPGCOM da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e cofundadora do Observatório da Radiodifusão Pública na América Latina.

Por fim, a professora doutora Raquel Recuero comandará os dois encontros do Módulo 3 – Publicação científica, das 17h às 19h do dia 16 de abril e das 10h às 12h do dia 17 (sábado). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq, Raquel Recuero é professora da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e pesquisadora do PPGCOM da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); autora de vários livros sobre redes sociais na internet e mídia social, é referência no Brasil e no exterior em temas como mídia social, data science e métodos digitais.

Acompanhe as novidades no Facebook e no Instagram da Intercom.

Pesquisa em Comunicação: projetos, escrita e publicação científica
Curso remoto síncrono (plataforma Zoom)
Data: De 12 a 16 de abril de 2021
Carga horária: 12 horas (2h por dia)
Inscrições: de 30 de março a 10 de abril, ou até o limite das vagas
Valor: R$ 250, em até 4x sem juros (desconto de 10% para grupos de pelo menos 10 participantes inscritos simultaneamente sob o mesmo CNPJ)
Dúvidas: secretaria@intercom.org.br

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

SECRETARIA NÃO ATENDERÁ DE 26/03 A 04/04 DEVIDO À ANTECIPAÇÃO DE FERIADOS EM SÃO PAULO

A Secretaria da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) não atenderá no período de 26 de março a 4 de abril, devido à antecipação de feriados definida pela Prefeitura de São Paulo, onde está localizada a sede da entidade. O atendimento será normalizado a partir do dia 5 de abril.

Com o intuito de aumentar o isolamento social e conter o avanço da covid-19, a Prefeitura da capital paulista anunciou a antecipação de cinco feriados municipais: Corpus Christi de 2021 e 2022, Dia da Consciência Negra de 2021 e 2022, além do aniversário da cidade de 2022. Com isso, o período de 26 de março a 4 de abril não terá dias úteis no município.

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

INTER-REGIÕES INTERCOM: INSCRIÇÕES A PARTIR DE 5 DE ABRIL

Serão abertas no dia 5 de abril as inscrições para o Encontro Inter-regiões Intercom 2021, evento virtual a ser realizado de 2 a 6 de agosto pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom).

O período de inscrições de ouvintes seguirá até 17 de julho. Alunos líderes de trabalhos participantes da Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom) têm prazos diferentes, de acordo com a região. Confira o calendário de inscrições e submissões aqui.

Os valores de inscrição são R$ 30 para estudantes de graduação e R$ 50 para estudantes de pós-graduação, professores, pesquisadores e profissionais da área.

Associados e associadas da Intercom que estiverem com a anuidade em dia estão isentos da taxa de inscrição do Inter-regiões 2021, assim como do congresso nacional da Intercom deste ano. O valor da anuidade 2021 segue R$ 200 para formados e R$ 100 para graduandos. Ainda dá tempo de se filiar ou regularizar o pagamento. Saiba mais.

Além das cinco etapas regionais da Expocom – exposição e premiação de grande relevância para graduandos no campo da Comunicação de todo o Brasil –, a programação do Inter-regiões também inclui mesas e palestras com nomes de relevo na pesquisa e no mercado de Comunicação dos cinco cantos do país. A programação completa está sendo montada e será divulgada em breve.

2º ENCONTRO INTER-REGIÕES INTERCOM
De 2 a 6 de agosto de 2021
Inscrições de ouvintes: de 5 de abril a 17 de julho
Taxa: R$ 30 (estudantes de graduação) e R$ 50 (demais participantes)
Associados Intercom com a anuidade em dia estão isentos

EXPOCOM 2021
Calendário por região:

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

ASSOCIADOS COM ANUIDADE EM DIA TÊM ISENÇÃO NA INSCRIÇÃO PARA OS CONGRESSOS DE 2021

Associados e associadas da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) que quitarem a anuidade de 2021 antes de se inscreverem nos congressos da entidade – até, no máximo, 31 de maio – terão o benefício da isenção da inscrição.

O benefício é válido tanto para quem já é associado como para quem se filiar ou reativar a filiação até a data limite indicada anteriormente. Os dois eventos que terão taxa isenta para associados em dia são o 2º Encontro Inter-regiões Intercom e o 44º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2021).

Vale ressaltar que a data limite de quitação da anuidade para garantir o benefício de isenção é 31 de maio; antes dessa data, é necessário estar em dia com a Intercom para se inscrever gratuitamente.

Os valores da anuidade 2021 estão mantidos em R$ 200 para formados e R$ 100 para estudantes.

Além da isenção no evento regional e no maior congresso do campo da Comunicação na América Latina, associar-se à Intercom significa fazer parte de uma comunidade de pesquisa atuante, com capilaridade em todas as regiões brasileiras e no exterior. São 34 Grupos de Pesquisa (GPs), duas publicações científicas trimestrais (Revista Intercom, no nível da pós-graduação,e Revista Iniciacom, voltada a graduandos), um fórum que discute os rumos do ensino superior (Fórum Ensicom), cursos livres, premiações anuais (Prêmio Luiz Beltrão, prêmios estudantis, Troféu José Marques de Melo e Expocom), entre outras iniciativas. Tudo isso só é possível graças à base de associados e associadas, que ajudam a manter a estrutura da Intercom funcionando ano a ano.

NOVA PLATAFORMA

A fim de unificar e simplificar os processos de filiação, cadastro e pagamento, a Intercom fez parceria com a Uhub, uma solução inovadora que automatiza as operações com segurança. A plataforma Uhub – Intercom já enviou mensagem por correio eletrônico para a base de associados ativos, prezando pela transparência na comunicação.

Além disso, a Intercom firmou parceria com o Pagar.me, um meio de pagamento que simplifica e agiliza as operações financeiras com segurança “de ponta a ponta”.

Acessando a seção de Sócios no Portal Intercom, é possível fazer a filiação, atualizar dados cadastrais e realizar o pagamento da anuidade.

Em caso de dúvidas, envie e-mail para secretaria@intercom.org.br

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

CONFIRA NOVOS NÚMEROS DAS REVISTAS DA INTERCOM

Já estão disponíveis para leitura os primeiros números dos dois periódicos científicos da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) em 2021.

A Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação (RBCC) acaba de publicar seu v. 44, n. 1 (jan./abr. 2021) na SciELO e no Portal da Intercom. A primeira edição do ano traz 13 artigos científicos (um deles na seção Arena), uma entrevista internacional e uma resenha crítica, frutos do trabalho de 34 autoras e autores das cinco regiões brasileiras, da Espanha e da Austrália.

A Revista Intercom tem periodicidade quadrimestral e aceita trabalhos em fluxo contínuo, respeitando a abrangência e interdisciplinaridade da área da Comunicação. Além de artigos científicos, recebe também contribuições no formato de entrevista com pesquisadores internacionais e resenhas de livros recém-lançados. Acompanhe a página da revista no Facebook.

Já a Revista Brasileira de Iniciação Científica em Comunicação (Iniciacom) é o periódico da Intercom destinado a textos de estudantes de graduação e recém-formadas. O v. 10, n. 1 (2021) está disponível no Portal Intercom, com 15 artigos selecionados na chamada de trabalhos deste ano.

Boa leitura!

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

CONTRIBUA PARA O PLANEJAMENTO DAS AÇÕES INTERNACIONAIS DA INTERCOM

A Diretoria de Relações Internacionais da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) reforça o convite para que pesquisadores e pesquisadoras, docentes e estudantes – associados ou não à entidade – respondam ao questionário on-line sobre internacionalização da pesquisa até o dia 31 de março.

As respostas vão contribuir para o planejamento das atividades da Intercom no sentido de fomentar ainda mais a internacionalização do campo das Ciências da Comunicação.

Participe!

Acesse o questionário aqui.

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

INTERCOM ASSINA CARTA EM DEFESA DA EBC

A Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) é signatária, juntamente com outras entidades científicas da área, de uma carta que argumenta pela não desestatização da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A carta foi enviada pela Federação Brasileira de Associações Científicas e Acadêmicas da Comunicação (Socicom), da qual a Intercom faz parte, para o governo federal, o Superior Tribunal Federal, o Congresso Nacional e as casas legislativas de estados e municípios.

Leia a íntegra do texto e contribua, compartilhando-o com seus colegas.

Brasília, 24 de março de 2021


Carta em defesa da comunicação pública e pela retirada da EBC do Programa Nacional de Desestatização

Senhor Presidente Jair Messias Bolsonaro, Senhor Ministro das Comunicações Fábio Faria, Senhor Presidente do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux e demais ministros do STF, Senhor Presidente do Senado Federal Fábio Pacheco, Senhor Presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira, demais parlamentares do Congresso Nacional e dos parlamentos estaduais e municipais.

As entidades científicas e acadêmicas brasileiras, abaixo nominadas, vêm, por meio desta carta, externar sua máxima preocupação com a inclusão da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) no Programa Nacional de Desestatização.

Essa iniciativa do Governo Federal significa a privatização ou, pior, até mesmo a extinção da Empresa e de seus canais (TV Brasil, Agência Brasil, Rádio MEC AM e FM, Rádio Nacional do Rio de Janeiro, Rádio Nacional de Brasília AM e FM, Rádio Nacional da Amazônia, Rádio Nacional do Alto Solimões e Radioagência Nacional) e, consequentemente, da coordenação do sistema público de comunicação brasileiro.

Privatizar ou extinguir a EBC traria prejuízos graves ao direito constitucional à informação e à divulgação de conteúdos que promovem e fortalecem a cidadania, a educação, a saúde e a necessária promoção da Ciência, Tecnologia e Inovação no país.

A comunicação pública é uma realidade global e sua existência e formas de atuação são temas recorrentes em pesquisas desenvolvidas dentro e fora do Brasil. Este tipo de serviço de comunicação tem tradição centenária e amplo reconhecimento como um dos pilares da democracia.

Experiências bem sucedidas mundo afora mostram que, independentemente de orientações ideológicas, instituições e partidos comprometidos com a democracia, defendem a comunicação pública forte e autônoma, equidistante de interesses do mercado e dos governos.

Tal valorização existe também na mais importante norma brasileira, a Constituição Federal. A Carta Magna brasileira determina em seu artigo 223 a complementaridade entre os sistemas público, privado e estatal. A EBC é a concretização do sistema público no âmbito federal e tem também a responsabilidade de organizar a capilarização regional deste sistema através da Rede Nacional de TVs Públicas.

Os veículos públicos de comunicação têm papel fundamental na produção, na distribuição e na promoção de acesso a conteúdos orientados pelos interesses de toda a sociedade.

Não por acaso, a EBC, seguindo o que está estabelecido por sua norma de criação (Lei 11.652 de 2008), tem como princípios a “promoção do acesso à informação por meio da pluralidade de fontes de produção e distribuição do conteúdo” e “produção e programação com finalidades educativas, artísticas, culturais, científicas e informativas”.

Igualmente, cabe ressaltar que a Empresa Brasil de Comunicação é destaque nacional na cobertura de assuntos ligados à ciência, à educação e à divulgação científica. Alguns exemplos são: o programa “Ciência é Tudo”, veiculado semanalmente na TV Brasil , o podcast “Universo”, disponível todas as semanas na Radioagência Nacional e utilizado por emissoras de todo o país. Além disso, a Agência Brasil mantém produção regular sobre Ciência, Tecnologia e Inovação com reportagens especiais sobre temas como inteligência artificial e Internet das Coisas.

Nos últimos meses, canais públicos de comunicação têm sido importantes aliados em atividades de prevenção ao coronavírus e orientação à população de medidas de promoção da saúde, algo que reitera a relevância das iniciativas.

É importante ressaltar que parte significativa das produções da EBC são utilizadas de forma gratuita por rádios, jornais e portais de comunicação por todo país, fazendo chegar informação de qualidade para todo Brasil em uma dimensão imensurável.

O jornalismo da EBC é constantemente premiado por sua valorização dos direitos humanos, da cidadania e da diversidade.

Críticos da empresa buscam politizar sua existência, tentando vinculá-la a um governo e alegando que ela geraria prejuízos ou que seria desperdício de dinheiro público.

Na verdade, a EBC tem recurso próprio que deveria ser repassado a partir do Contribuição para o Fomento à Radiodifusão Pública (CFRP), algo que nunca ocorreu integralmente.

Ademais, caso leve adiante a proposta de privatização ou extinção da EBC, o atual Governo Federal iria contra as recomendações da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), grupo que pretende integrar, e também das Nações Unidas, que defende a existência da comunicação pública, seja por meio de suas relatorias para a liberdade de expressão e por posições da Unesco.

É essencial, portanto, que o debate sobre o futuro da Empresa seja realizado em diálogo com a sociedade, principalmente no local onde ela foi criada, o Congresso Nacional.

As entidades acadêmicas signatárias desta carta, assim, vêm apelar ao Governo Federal para que retire a EBC do Programa Nacional de Desestatização, permitindo que o assunto seja debatido com toda a sociedade no âmbito do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal.

Para isso, além da retirada da EBC do Programa Nacional de Desestatização, solicitamos às presidências do Senado Federal, da Câmara dos Deputados e de suas respectivas Comissões e à presidência e aos ministros do Supremo Tribunal Federal a realização de audiências públicas para tratar da situação da EBC e da complementaridade dos sistemas privado, público e estatal previstos na Constituição Federal de 1988.

Estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Respeitosamente,

Professor Fernando Oliveira Paulino, presidente da Federação Brasileira de Associações Científicas e Acadêmicas da Comunicação (SOCICOM) e vice-presidente da Associação Latino-Americana de Investigadores da Comunicação (ALAIC), email: paulino@unb.br, em nome da SOCICOM e das entidades abaixo relacionadas:

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)

Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom)

Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor)

Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom)

União Latina de Economia Política da Informação, Comunicação e da Cultura (Ulepicc-Brasil)

Associação Brasileira de Pesquisadores e Comunicadores em Comunicação Popular, Comunitária e Cidadã (ABPCOM)

Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (ABEJ, ex-FNPJ, Fórum Nacional de Professores de Jornalismo)

Associação Brasileira de Pesquisadores em Publicidade e Propaganda (ABP2)

Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia (ALCAR)

Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação Organizacional e de Relações Pública (Abrapcorp)

Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação (Folkcom)

Laboratório de Políticas de Comunicação (LaPCom)

Observatório da Comunicação Pública (OBCOMP)

Centro de Pesquisas e Produção em Comunicação e Emergência (EMERGE-UFF)

Grupo de Pesquisa em Economia Política da Comunicação da PUC-Rio (EPC PUC-Rio/CNPq)

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

NOTÍCIAS DE PARCEIROS INTERCOM

Censo de Observatórios de Mídia no Brasil 2021 – Com o objetivo de mapear e integrar os observatórios de mídia em funcionamento no Brasil, a Rede Nacional de Observatórios da Imprensa (RENOI) está realizando um levantamento via formulário on-line. Coordenadores de observatórios de mídia podem até o dia 2 de abril de 2021, clicando aqui.

XIII Congresso Iberoamericano de Ciência, Tecnologia e Gênero – O Centro Internacional de Estudos Superiores de Comunicação para a América Latina (Ciespal) está recebendo inscrições para seu evento anual, que neste ano será realizado virtualmente de 14 a 16 de julho. Mais informações no site.

intercom BRIGADEIRO

SÃO PAULO - SP
(11) 3892 7558
AV. BRIG. LUIS ANTÔNIO, 2.050 - CONJ. 36- BELA VISTA
SECRETARIA@INTERCOM.ORG.BR



Horário de atendimento:
Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13 às 17h